Notícias

Conserve nossas belezas naturais.

Atualmente a natureza está sofrendo muitas alterações, seja no clima, nas florestas, nos mares ou em recursos que são essenciais para nossa sobrevivência, gerando preocupações. Essas alterações podem tornar- se irreversíveis se nada for feito, principalmente se o homem não diminuir o mau uso e começar a agir com consciência. O homem por muito tempo agrediu e usufruiu do que a natureza lhe ofereceu, sem pensar nas conseqüências desse ato e o que poderia causar A interação com a natureza é o que mais vem despertando o interesse das pessoas que
buscam em suas viagens de lazer belas paisagens naturais, pelo fato, dos ambientes urbanos serem poluídos tanto visuais quanto sonoros, o desgaste físico e mental das pessoas fazem com que elas “fujam” do stress diário e refugiam-se em locais de contato com a natureza onde elas encontrarão a tranqüilidade e o repouso do qual elas tanto precisam, mesmo se for por um final de semana ou férias.
A praia é um ambiente natural onde há elementos que proporcionam o lazer e a sensação de relaxamento estimulando o prazer de cada indivíduo, seja na prática de algum esporte, no simples barulho das ondas seguido pela brisa fresca no rosto ou até na apreciação da bela paisagem natural. E está sujeita a sofrer alterações drásticas se as pessoas continuarem a degradar
um ambiente tão relaxante e prazeroso como são as praias, mas devemos tomar certos cuidados e policiar atitudes que podem comprometer-lo, especialmente as praias de nossas Região dos Lagos que estão
precisando de um pouco mais de atenção.
E como conservar as praias para que elas estejam sempre em boas condições e adequadas
para uso?
Não apanhar conchas, pedrinhas, moluscos, algas e mariscos sobre a areia, pois eles
fazem parte desse cenário natural e temos que usufruir com consciência para não alterar o ecossistema marinho.
Pescar em apenas em épocas e locais permitidos.
Não jogar lixo na praia ou deixar um saco plástico com lixo na areia (o que mais se vê na areia no final de tarde, independentemente da praia), pois a maré sobe e leva o saco plástico com todo o lixo e pode até ocorrer a morte de vários animais marinhos como as tartarugas que confundem os sacos plásticos com águas vivas e morrem engasgadas.
Deveria haver em toda às orlas das praias recipientes adequados para a reciclagem dos lixos consumidos na praia: papel, plástico, vidro, orgânico e metal. Com isso estimularia a população local e transmitiria para todos os turistas que a cidade está em prol da natureza.
A prática de esportes náuticos ou por lazer como os Jet skis, lanchas e barcos só podem ser usados se não derramarem gasolina ou óleo no mar, pois é prejudicial não só para os animais marinhos, mas também para os banhistas que estão em usufruto do ambiente natural. Na Praia e na Enseada é onde se concentra o maior número de transportes aquáticos.
Não utilizar água oxigenada no corpo na praia, pois é um produto químico e contamina a água do mar.
Os hotéis ao redor às orlas das praias poderiam aproveitar a energia solar,fazer compostagem do lixo orgânico e reutilizar à água, seria em ótimo começo para torna-se auto- sustentável o que seria um grande diferencial.
A conservação das praias não só tem importância ecológica, como também é o principal responsável por atrair centenas de turistas todos os anos, o que movimenta a economia da cidade, fazendo com que os turistas usufruam e contribuíam para que a renda financeira da cidade cresça a cada ano que passa, melhorando as condições de vida da população local e a infra- estrutura para que o turista tenha sempre o melhor em termos de hospedagem e lazer.
Natureza a perfeita criação divina!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat